O orçamento municipal para 2020 foi aprovado em assembleia realizada na passada sexta-feira, com quatro abstenções da bancada do PS. Os presidentes da Junta do PSD votaram favoravelmente, mas apresentaram uma declaração de voto.

O orçamento municipal para 2020 foi aprovado na votação levada a efeito na última assembleia, como era expectável, com os votos a favor do PS e contra dos membros da Assembleia do PSD, mas houve a curiosidade de ter existido quatro abstenções da bancada afeta ao partido do poder. Entre eles as dos representantes das juntas de Freguesia de Raimonda e Ferreira. Contactado pelo Emissor, Jocelino Moreira lembrou que faz parte da assembleia por inerência do cargo de presidente da Junta e é nessa condição que eleva o seu sentido de voto. “A única razão porque me abstive a este orçamento foi porque, depois de analisado, é injusto para a minha freguesia. Estou nesta assembleia para defender apenas os interesses da minha freguesia e isso está acima de qualquer coisa. E como as nossas pretensões não foram traduzidas neste orçamento, o meu sentido de voto só podia ser a abstenção”, esclareceu.

Os presidentes da Junta eleitos pelo PSD apresentaram uma declaração de voto demonstrando desagrado, mas acabaram por votar a favor do orçamento para 2020.

Foi ainda aprovada a retificação da taxa da derrama, mas o IMI ainda não foi discutido…

Pin It