Colors: Green Color

Vítor Oliveira está a uma vitória de repetir o feito alcançado há 28 anos no FC Paços de Ferreira.  A conjugação de resultados na última jornada facilitou as contas para os castores, que podem festejar o regresso à 1.ª Liga já no sábado se conseguirem vencer em casa o Ac. Viseu.

O objetivo está a despoletar uma onda de entusiasmo na comunidade pacense, esperando-se, por isso, um estádio muito bem composto, em plena véspera de Páscoa.

O Paços de Ferreira não conseguiu vencer no FC Porto B (1-1), mas Estoril e Académica perderam e atrasaram-se ainda mais nesta luta pela subida de divisão. Famalicão parece estar bem encaminhado para acompanhar os castores para a 1.ª Liga.

A confirma-se o cenário, Vítor Oliveira somará a 11.ª subida de divisão na sua conta pessoal, com a particularidade de ter iniciado esta odisseia em Paços de Ferreira na época 1990/91. Agora, 28 anos depois, o treinador prepara-se para repetir a dose e reforçar ainda mais o estatuto de treinador mais titulado do mundo de um campeonato secundário.

O Clube Aquático Pacense perdeu com o Benfica na final da Taça de Portugal de polo aquático, que se disputou este domingo na cidade da Guarda. As encarnadas venceram por 20-9.

Nesta final, histórica para o CAP, jogaram Elisabete Matos, Luana Silva, Cláudia Ribeiro, Beatriz Silva, Jéssica Teixeira (2), Liliana Costa, Sofia Andrade (2), Rita Ribeiro, Ana Ribeiro, Ana Leal, Vanessa Freire (3), Naida Mariani (2).

Com 12 golos marcados, a benfiquista Inês Nunes foi a melhor marcadora desta final.

O FC Paços de Ferreira celebra esta sexta-feira 69 anos de existência. A cerimónia envolveu os membros da direção do clube, com o presidente, Paulo Meneses, a hastear a bandeira da instituição, num gesto carregado de simbolismo pelas comemorações do aniversário.

O piso da nave lateral do pavilhão municipal de Paços de Ferreira está a ser substituído por um novo. As obras já arrancaram e deverão ficar concluídas no prazo de duas semanas. Em entrevista ao EMISSOR, o vereador do Desporto, Paulo Sérgio Barbosa, e o presidente do Juventude Pacense, Pinto de Almeida, explicaram a importância que estas obras terão para o desenvolvimento do desporto.